O tratamento acabou, e agora?

Uma vez terminado o tratamento radioterápico, é muito comum que o paciente se questione sobre “o que deve fazer”, “quais cuidados tomar”, “como será daqui para frente”… A recuperação de um paciente é individualizada, depende, caso a caso, do estágio do câncer, das formas de tratamento que foram adotadas, entre outros fatores.

A equipe de rádio-oncologistas do Oncoville, sempre atenta às necessidades de seus pacientes, preparou um roteiro com as principais dúvidas com relação ao fim do tratamento. Confira!

Quais as principais dúvidas pós-tratamento?

Umas das principais dúvidas de nossos pacientes diz respeito ao contato com outras pessoas, se há algum impeditivo de se fazer contato e se isso implica em sua recuperação. Outra questão é se a radiação que ele (paciente) recebe é transmitida para outras pessoas. E, por fim, se pode se expor ao sol depois do tratamento radioterápico.

Vale salientar que todas as dúvidas são sanadas pelos profissionais durante todo o processo de tratamento do paciente. Elas podem vir antes, durante ou após o tratamento.

Depois que o tratamento termina existe algum acompanhamento? Como é feito?

Sem dúvida! Depois do tratamento com radioterapia o paciente deve manter os chamados exames de Seguimento, de acordo com o local de origem da sua doença. O exame poderá ser realizado periodicamente, em intervalos definidos caso a caso, conforme estabelecido pela equipe de profissionais que assiste o paciente.

Como deve ser a rotina do paciente depois do tratamento?

O paciente deve manter sua rotina normalmente, de acordo com suas possibilidades, local afetado pela doença e estado geral do mesmo. O tratamento por si só não o impede de levar uma vida normal.

O que se deve observar, e aí fica uma recomendação, é que conforme a área ou a região a ser tratada poderão aparecer alguns sintomas, que eventualmente necessitarão do uso de medicação. Nossa equipe está atenta e pronta a esclarecer todo e qualquer questionamento do paciente para ajudá-lo da melhor forma possível.

O que de fato vai definir a rotina pós-tratamento é como o paciente se encontrava previamente ao tratamento com radioterapia.

Existem restrições para esses pacientes?

Não. As restrições não são definidas pela realização da radioterapia, mas pelo local em que a doença se apresenta e seu estadiamento clínico no momento do diagnóstico.

Por estadiamento clínico entenda-se como um processo para determinar a localização (realização de exames, avaliação médica), a extensão e orientação de como se apresenta a doença para uniformizar as informações para a equipe de profissionais adotar o melhor tratamento para o paciente.

Os hábitos saudáveis devem continuar/serem reforçados?

Sempre. É fundamental, dentro das possibilidades individualizadas, manter hábitos de vida saudáveis, como uma alimentação equilibrada e a prática regular de atividade física, dentro da capacidade individual e sempre sob acompanhamento de profissional. Adotar um estilo de vida saudável, além de contribuir para uma melhor qualidade de vida, ajuda também a diminuir o risco de recidiva em alguns casos.

Escreva sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − um =

Julho é o mês da conscientização do câncer de bexiga
Saiba Mais
Braquiterapia é para todos?
Saiba Mais
O tratamento acabou, e agora?
Saiba Mais

Receba novidades